15 junho, 2022

Os eSports são competições de jogos eletrônicos entre jogadores profissionais, que podem jogar de forma individual ou coletiva por premiações. A primeira competição esportiva eletrônica que se tem notícia aconteceu em 1972 e desde então o mercado de jogos e competições tem crescido exponencialmente: hoje são mais de 3 bilhões de jogadores no mundo e um crescimento médio de 5,3% ao ano na maioria das regiões (veja gráfico abaixo).

Esses eventos podem ser assistidos por meio de plataformas de mídia convencionais, como a TV, ou plataformas de streaming, como o Facebook Gaming, Twitch, Booyah!, entre outras. Em 2021, a audiência global ultrapassou 470 milhões de pessoas, sendo que um pouco mais da metade são espectadores ocasionais, ou seja, acompanham de forma esporádica, pelo menos uma vez ao mês. 

Com todo esse alcance, já há previsão de crescimento da audiência para mais de 570 milhões de espectadores até 2024, contando ocasiões e entusiastas. A expectativa no mercado de games, principalmente de eSports, é de U$1,185 bilhão em receitas em 2024, contando apenas a categoria patrocínio e direito de mídias para esportes eletrônicos. O valor previsto é maior que a receita global de esportes eletrônicos de 2021, para todas as categorias, que é de U$1,084 bilhão.

Na América Latina, o potencial de crescimento de público e de faturamento também é alto: o Brasil ocupa o 3° lugar em audiência dos torneios de esportes eletrônicos e, de acordo com o Global Esports Market Report da Newzoo, considerada a fonte mais confiável do mundo para insights e análises sobre eSports, no Brasil o futebol é o mais popular, sendo que 24% do público que acompanham a modalidade têm entre 10 e 24 anos. Já na audiência dos torneios de eSports, 43% dos espectadores têm essa idade.

Em 2019, antes da pandemia, outro estudo da Newzoo mostrou que a indústria de eSports teve um faturamento de US$ 957,5 milhões. Em 2020, com as medidas sanitárias provocadas pela pandemia da Covid-19 e a ausência de campeonatos, houve uma pequena queda de 1,1%. Já em 2021, o faturamento cresceu em 14,5%, com mais de US$ 1 bilhão arrecadados. A projeção para 2024 é que a modalidade fature US$ 1,6 bilhões.

A pesquisa ainda trouxe dados preciosos sobre o público brasileiro:

– 75,8% dos gamers brasileiros afirmaram que jogaram mais durante a pandemia. 

–  42,2% afirmaram ter gastado mais dinheiro em games; 

–  As mulheres são 62,2% do total de jogadores(as) de smartphone enquanto nos consoles, 61,9% são homens; 

– A principal faixa etária de jogadores era a de 25 a 34 anos (33,6%). Agora a principal faixa está em 20 a 29 anos (41,1%); 

– As mulheres são maioria de jogadores (as) no país, representando 51,5% dos players. 

Por tudo isso, cada vez mais empresas internacionais têm investido no mercado brasileiro e obtido sucesso estrondoso tanto de faturamento quanto de novos consumidores. Se você também quer investir nesse mercado e aproveitar toda gama de serviços e produtos demandados pelos clientes, a Paylivre oferece os melhores serviços em pagamentos digitais sem fronteira, com um gateway robusto e taxas competitivas. Entre em contato conosco e não perca essa grande oportunidade para seu negócio. 

AllEscort